Rio Informal, a Revista de arte, cultura, cidadania e estilo de vida

Direto ao assunto. Escolha abaixo sua preferência e clique para ver

...Quem sabe o tempo não passou
que a vida não voou
que a gente pode na Poesia
criar alguma nova

valsa.

Art_Ismael Nery_Untitled

A entrada da casa 12 é como um grande portal que nos liga à totalidade transcendente ou à coletividade cósmica – algo que não pode ser medido nem dimensionado. Peixes junta tudo, une tudo, qualquer rastro é apagado, silhuetas se indefinem sumindo nas brumas: estamos no reino do sonho e da fantasia, das impressões, do tempo que não passa, eterno não-tempo. Peixes nos liga ao mundo da ilusão e da imaginação, das máscaras e dos símbolos, mundo de encanto, fora da real. Por isso mesmo, não por acaso, muitas vezes o Carnaval acontece no período em que o Sol transita por Peixes

Atrizes mulheres e dirigido por uma mulher. O que isso significa? Uma sensibilidade maior para contar uma bela e inusitada história de amor passada na França, no séc. XVIII...

…Assim é nosso Menu Executivo

Agora o Chef Juca Paes Leme é sócio da Buonasera. Vai lá…

... G: posso enlatar carne enlatada.
I can can canned meat..


…Coroa: quando nos jogam para cima, você fica sempre por baixo.
Cara: coronela de província.
Coroa: carambola despencada.
Cara: chumbo de dentista.
Coroa: carona de lotação…

significado de uma cena, seus elementos artísticos – paletas de cores, texturas; seu processo de criação e montagem; seus desafios práticos e conceituais. Desde o tema escolhido e a apresentação da ideia, passando pela pesquisa de referências e linguagens, até a desprodução

…As belas e ótimas estradas de Portugal e Espanha convidam a alugar um carro e dirigir.  Até Granada, última cidade a ser retomada pelos reis cristãos, a distância é um pouco maior do que do Rio a Belo Horizonte.  Embora próximos, porém, os dois países guardam diferenças profundas, a começar pelo idioma, claro.  Cruza-se a fronteira e começa-se a falar espanhol.  Ao fuso horário acrescenta-se uma hora.  A gasolina fica mais barata (1,46 para 1,36 euros, em média).   O calor aumenta, e muito. Estamos mais perto da África e do deserto do Saara. .

WORKSHOP de férias 20/07 , Sábado de 9 às 16h .
Escultura em argila , figura humana  , da modelagem  a preparação  da peça para o forno . 5 Vagas.
Ateliê Pendotiba
Rua Leonardo da Vinci  151
Jardim América 
Niterói RJ
Maiores informações  21 997092414. INVESTIMENTO R$  150,00.

A atriz BiaArantes da novela Deus Salve o Rei com roupas e cabeça da Fruto do Conde. Fotógrafo e produção @rodrigolopes e @isabellira

…De repente começa uma banda a tocar uns blues e rocks muito bons e o que mais chamou a atenção foi o som, muito simples e muito bem adequado ao lugar, sem agredir e com arranjos muito bacanas. Na manhã seguinte, depois de um farto café da manhã, seguimos, por indicação dos amigos do som, pra conhecer um Cenote, Zona Arqueológica de Dzibilchaltún. …

…o animal de todos nós tem compromisso absoluto com a preservação, seja ela obtida através do ato de preservar ou de mudar. O que significaria a mudança?  

…O resultado de suas coleções reflete a personalidade eclética do autor, que tem a liberdade de usar diversos tipos de materiais, de uma maneira muitas vezes inesperada…

…Outro dia, no programa É DE CASA, O super simpático e querido Zeca Camargo me fez a inesperada pergunta: “O que você sente quando faz angu?” De cara, eu respondi a primeira palavra que me veio, alegria!  …

…Ela consegue se apresentar ao leitor sempre como uma escritora múltipla e vivaz. Exemplo disso é o seu último livro Alinhavos do tempo (Tagore editora, 2018)….

Entre os romanos foi acentuado o hábito ocasional de escrever nas paredes e colunas.
Slogans políticos, insultos, declarações de amor, etc; juntamente com uma vasta gama de desenhos animados e desenhos em áreas menos afetadas pela erosão, como na caverna – santuário em paredes enterradas nas catacumbas de Roma ou nas ruínas de Pompéia e Herculano, onde foram protegidos pela cinza vulcânica.

…Um baita desejo de imaginar e colocar nas telas um Rio profundo e seus personagens. …..
VEJA TAMBÉM SALTO NO VAZIO

…No ada.vc, um site onde mulheres escrevem sobre tecnologia e sobre mulheres na tecnologia publicou uma matéria por ocasião do 8M que me chamou atenção . É sobre mulheres brasileiras que trabalham, pesquisam e se ajudam coletivamente para divulgar e proteger iniciativas em TI constituídos por elas,  que é estão espalhadas, e abrigadas, em comunidades no Brasil e pelo mundo ….

Acontece

Oi galera! Você está realizando um evento, um projeto, um curso uma idéia? Então… manda pra mim, com seu release e foto para divulgarmos aqui na minha sala “Acontece”. Espero contar sua novidade aqui na Revista Rio Informal!!! 😊. Mande email para rioinformalcontato@gmail.com

Empresas

Isis Rezende Make-up lança sabonete de limpeza facial “Magic Bubble”

(por Ferraz)

Ampliando a oferta de produtos, marca de maquiagem inova com sabonete de ação detox

No mês de abril, a maquiadora e empresária do segmento de beleza da marca que leva seu nome, Isis Rezende traz para o mercado de cosméticos, o sabonete de limpeza facial Magic Bubble. A novidade é um sabonete com efeito detox, o produto forma bolinhas de espuma refrescante que limpam e suavizam os poros cuidando da pele.

Seu uso diário promete auxiliar na limpeza do dia a dia, podendo ser usado para retirar maquiagem, para fazer a barba, como também para higienizar a pele. Com ácido hialurônico e com o componente hidra 360, seu uso continuo promete cuidar da pele hidratando-a.

Isis conta sobre a alegria em poder oferecer um novo produto para o seu público. “Sempre quis ampliar a gama de opções que oferecemos, agora, além de maquiagens, nosso público contará com um produto de higiene pessoal, útil e eficaz para mulheres e homens. Que todos gostem do nosso Magic Bubble”, conta a empresária.

O produto poderá ser encontrado no site da marca e no Instagram. Em breve nas farmácias especializadas.

Valor R$ 34,90

https://www.isisrezendemakeup.com.br/

Acompanhem também pelo Instagram @isisrezendemakeupoficial

D.A Gastronomia abre novo espaço de atendimento em Copacabana

.
(por Deborah Goi)

A grife de Buffet D.A Gastronomia, reconhecida empresa que atua no mercado de eventos desde 2001, expande suas operações e leva para Copacabana seu novo espaço de atendimento. Assinado pelas empresárias Dóris e Monique Abrantes, o local oferece atendimento aos clientes sejam noivos, debutantes, entre outros, que desejam festejar, para que possam saborear o menu exclusivo da D.A Gastronomia, além de conhecer os serviços da marca.

Segundo Monique Abrantes, gerente de Marketing da D.A Gastronomia, a casa niteroiense tem atendido muitos clientes na Zona Sul do Rio e as empresárias viram a necessidade de estar próximas a eles. “Nosso atendimento no Rio sempre foi em espaços compartilhados de cowedding. É uma alegria agora receber os clientes em um espaço exclusivo na Zona Sul. Além das degustações vamos também promover encontros e workshops…muitas novidades para 2020! ” comenta Monique Abrantes”, comenta a empresária.

Para falar com a D.A Gastronomia basta entrar em contato pelos telefones: (21) 2619-8727 |2608-7328 (21) 99477-8641 |(21) 98109-7552

Salas

Empreendedorismo

Mara Cecília

Mulheres na Tecnologia

Pais de meninas; pais de meninos.  A proximidade do dia dos pais nos leva a reflexões sobre esse personagem tão importante em nossas vidas.  Poderia eu focalizar o viés comumente…

Design e Figurino

Luciana Buarque

Curso design de cena

Essa oficina tem como objetivo explorar o design de cena. Faremos uma introdução teórica sobre o significado de uma cena, seus elementos artísticos – paletas de cores, texturas; seu processo de criação e montagem; seus desafios práticos e conceituais. Desde o tema escolhido e a apresentação da ideia, passando pela pesquisa de referências e linguagens, até a desprodução.

A oficina oferecerá, também, exercícios de criação e montagem de instalações, stylings, design de objetos, registros fotográficos e tratamento de imagem a partir do estudo de uma personagem, suas ações e seu ambiente. Para concluir, tudo convergirá para um produto único, entregando como arte final uma síntese do design de cena. Direção de arte, moda/figurino, cenário, objetos, make, design gráfico e fotografia. Tudo em um só lugar, uma só ideia, uma só arte.

abs,

Luciana Buarque

21 98713-5007
.
www.rioinformal.com/luciana-buarque/

Chica da Silva 

Stylist Luciana Buarque

(@lubuarque2000)

Trabalho desenvolvido para desfile da marca Rôpa.
Inspirado em Chica da Silva. 
Mosaico de papel dourado sobre tecido no corpete.
Moulage em tecidos mistos na saia.
Folhas secas no leque e penas coloridas no cabelo.
modelo: Tina Simião
foto: fredy.antoniazzi
.

 

.

www.rioinformal.com/luciana-buarque/

Vamos Viajar?

Leco Possollo

¡Hola México!

Em geral, temos a tendência de fazer uma imagem um pouco caricata do México e dos mexicanos, com sombreros, muita pimenta, mariaches e outras cossitas más… Mas não foi só…

Astros e Estrelas

Angela Nunes

Signo de Peixes: do encanto à criação

Do encanto à criação

“E lá vou eu

  Pela imensidão do mar

  Nessa onda que borda a Avenida de espuma

  Me arrasta a sambar”

  (Musica de Davi Correia e Jorge Macedo)

O Sol chega ao derradeiro patamar de seu caminho anual: a partir do dia 19 de fevereiro estará no signo de PEIXES, último a ser visitado antes de iniciar um novo Ano Astrológico, sabendo-se que este, diferentemente do nosso ano civil, inicia-se em 22/03 quando o Sol ingressa no signo de Áries. Sendo o 12º signo e, portanto, representando o final da jornada solar, Peixes é como um oceano que reúne e mistura tudo que veio antes dele. E todos os signos são como um rio que deságuam num mar – Peixes, o grande reservatório universal. Aí tudo se junta, misturando-se, indefinindo-se. Por ocupar no horóscopo fixo a última casa zodiacal, a casa 12, a mais afastada, Peixes relaciona-se aos processos mais transcendentes e insondáveis da vida, mais sutis, espirituais e também inconscientes. A entrada da casa 12 é como um grande portal que nos liga à totalidade transcendente ou à coletividade cósmica – algo que não pode ser medido nem dimensionado. Peixes junta tudo, une tudo, qualquer rastro é apagado, silhuetas se indefinem sumindo nas brumas: estamos no reino do sonho e da fantasia, das impressões, do tempo que não passa, eterno não-tempo. Peixes nos liga ao mundo da ilusão e da imaginação, das máscaras e dos símbolos, mundo de encanto, fora da real. Por isso mesmo, não por acaso, muitas vezes o Carnaval acontece no período em que o Sol transita por Peixes, como agora, pois significa essa troca de identidade, essa indefinição, esse esconder-se atrás de uma máscara, vestir literalmente uma fantasia e viver alguns momentos de sonho e imaginação e de outra identidade.

Como o poeta e o artista, aquele que consegue entrar em contato com este manancial de amálgama pisciano  pode imaginar um filme, um poema, uma lembrança, um sonho, um mito, um símbolo, ou seja, criar um enredo trazendo a imaginação pra realidade. E eternizar num momento único a sua criação. Assim como o cinema e a literatura, do mar de Peixes o inventivo artista tira sua obra perfeita feito um passe de mágica, cujo segredo está bem guardado na casa 12 e no signo de Peixes.

Este ano o carnaval cairá no signo de Peixes, mas também a próxima lunação – quando a Lua encontra com o Sol, ou Lua Nova – que será no dia 23/02, em pleno carnaval!  Então uma ótima festa da folia a todos, num mar de alegria!

Signo de Peixes:

Planeta regente: Netuno

Período: 19 de fevereiro a 20 de março

Elemento: Água

No corpo Peixes rege: pés e glândula pineal

Palavras-chave: imaginação, inspiração, sonho, ilimitado, desconhecido, inconsciente, caridade, doação, arte, espiritualidade, transcendência

Símbolos: os peixes, o tridente de Netuno

Cores: lilás, violeta, verde água, cor-de-malva, tonalidades etéreas

Pedras: ametista, topázio, crisólita

Metal: estanho, titânio, platina

Plantas regidas por Peixes: musgo, vitória-régia e todas as plantas aquáticas como algas e lírios d’água

Frutas: melão e melancia

Aromas e incensos: violeta, alecrim, alfazema, mirra

Relacionamento: mais fluente com Câncer e Escorpião, Touro e Capricórnio

Piscianos famosos: Einstein, Elis Regina, Kurt Cobain, Elizabeth Taylor, Steve Jobs, Billy Crystal, Glenn Close, George Harrison, Renata Sorrah, Henfil, Gabriel o Pensador, Sharon Stone, Andrés Segovia, Quincy Jones, Cindy Crawford, Bussunda, Regina Casé

https://www.youtube.com/watch?v=OMWNKc3ias8

Em 17/02/2020

Angela Nunes

Que Belas, as Artes!

A Arte do Cinema

Lorena Lourenço

JOY, o curta da jovem cineasta brasileira Lorena Lourenço, faz sucesso nos EUA

A cineasta Lorena Lourenco ganhou o prestigioso Prêmio de Mérito na categoria de Mulheres Cineastas do Prêmio de Cinema IndieFEST, em San Diego com seu novo curta, “Joy”. Ela também foi selecionada para o Festival Internacional de Cinema de Pasadena, PIFF, e para para o Festival Internacional de Cinema Julien Dubuque, JDIFF, onde ela foi convidada a participar do painel Dubuque Inclusivo, para falar sobre o seu curta e sua carreira. 
Seu curta-metragem experimental, “Joy”, explora de maneira única a dicotomia entre as aflições de uma mulher imigrante nos EUA, contra a polidez, com a qual ela se sente compelida a se apresentar. Joy apresenta o desempenho excepcional da atriz Joy Sunday, imagens do diretor de fotografia Alex King, trilha sonora do compositor brasileiro Thiago Muller e A.P. Kyburz e foi produzido por Brewster McCann.
Na apresentação de Joy, Lorena Lourenco deixou sua mensagem: “É uma honra extrema receber este prêmio como o resultado das minhas experiências pessoais. Eu fui impelida ao ostracismo por ser mulher, latina e imigrante. Cansada dessa dinâmica, resolvi usar o cinema de modo a delinear claramente minha identidade, então ‘Joy’ se tornou a manifestação cinematográfica desse empoderamento.
Os festivais IndieFEST, o JDIFF e o PIFF
O IndieFEST Film Awards reconhece profissionais de cinema, televisão e novas mídias que demonstram realizações diferenciadas em criatividade, e aqueles que produzem entretenimento de destaque ou contribuem para mudanças sociais profundas. 
O Festival Internacional de Cinema Julien Dubuque é dedicado a enriquecer a comunidade e unir culturas através da educação e promoção das artes com filmes independentes relacionados a causas sociais.
O Festival Internacional de Cinema de Pasadena é o único festival de cinema competitivo em Pasadena, Califórnia, e tem como objetivo levar o cinema independente inovador a uma cidade conhecida por seu amor pela cultura e pelas artes. Os filmes que venceram na PIFF passaram a ganhar o American Pavilion do Festival de Cinema de Cannes, no qual Lorena estreou o seu primeiro curta, Pedagogia.

 

 

 

 

(por www.rioinformal.com/lorena-lourenco/)

Cinema

Silvio Tendler

A Arte do Documentário

ALMA IMORAL – Longa e série de SILVIO TENDLER, baseado no livro do rabino NILTON BONDER

Nilton Bonder afirma: o animal de todos nós tem compromisso absoluto com a preservação, seja ela obtida através do ato de preservar ou de mudar. O que significaria a mudança? Quais regras e tradições são fundamentais para a vida da humanidade? Quais devem ser repensadas e traídas, para provocar a mudança e, portanto, a preservação da humanidade? Quem é o traidor-impulsionador? Quem é o traído-conformista? Qual norma deve ser superada para que a vida se mantenha? Que tradições devem ser enfrentadas para a continuidade dos seres humanos?

Dedo na Ferida

Vamos Cozinhar?

Buonasera no Reserva Cultural Niterói. Arancini 4 queijos e gnocchi de cordeiro, delícias do cheff Juca Paes Leme. (por Rio Informal)

A Cantina Buonasera estava presente no encontro de gastronomia promovido pela Reserva Cultural de Niterói. Proprietários e o Cheff Juca Paes Leme prepararam algumas delícias como os avancinis a 4 queijos e o gnocchi de cordeiro. Quem experimentou vai voltar correndo pra Cantina e quem não experimentou não sabe o que está perdendo…
Chega lá… no 34 da Estrada Leopoldo Fróes em Niterói. Ganhe uma surpresa do Cheff dizendo que leu este post aqui  na Rio Informal…
(visite www.rioinformal.com/Juca Paes Leme/).

 

Vamos Cozinhar?

Marcelo Igrejas

Vinhos, Cervejas e Drinks

Felipe Ventura

Cervejas, Vinhos e Drinks

Rio Informal, a Revista de arte, cultura, cidadania e estilo de vida

Escultura

Rodrigo Saramago

A Arte da Escultura

Sereias em terracota

Esculturas em bronze

Veja o vídeo. Chegue por lá.

Que Belas, as Artes!

Cavi Borges

A Arte do Cinema

Que Belas, as Artes!

Sergio Pagano

A Arte da Fotografia

Photography

Gastronomia

Capas de Livro

Que Belas, as Artes!

Mario Casal

A Arte da Fotografia

Fotografia

Paulo Eugenio

A Arte da Fotografia

Dia da Fotografia

Selecionar imagens para o Dia Internacional da Fotografia não é tarefa fácil. São muitos quesitos a serem levados criteriosamente em conta. É tão difícil quanto escolher suas músicas preferidas de todos os tempos, ainda mais para quem já passou dos 30. Para facilitar, o critério aqui escolhido foi memorial, esses trabalhos foram os primeiros que lembrei para a postagem. Ficou mais fácil num domingo ensolarado. Temos o brilhante retrato de Patti Smith feito por Robert Mappletorne para o fantástico disco Horses, o beijo encenado em “Le baiser de l’Hôtel de Ville” de Robert Doisneu e a belíssima série de fotos “The Algiers”, de David Claerbout onde 50.000 fotografias foram registradas e 600 escolhidas para retratar a felicidade em movimento que vemos nas imagens.

Retrato de Patti Smith feito por Robert Mappletorne para o fantástico disco Horses

O beijo encenado em “Le baiser de l’Hôtel de Ville” de Robert Doisneu

“The Algiers”, de David Claerbout onde 50.000 fotografias foram registradas e 600 escolhidas para retratar a felicidade em movimento

Sala de Cinema

Teresa Souza

Retrato de uma jovem em chamas

Retrato de uma jovem em chamas, da diretora Céline Sciamma, é um belo e delicado filme francês. Atrizes mulheres e dirigido por uma mulher. O que isso significa? Uma sensibilidade maior para contar uma bela e inusitada história de amor passada na França, no séc. XVIII.

Não está concorrendo ao Oscar mas está em cartaz na cidade. O filme ganhou o prêmio de melhor roteiro no último Festival de Cannes.

Marianne (Noémie Merlant) é uma linda e jovem pintora contratada para pintar o retrato de Héloïse ( Adéle Haenel) – sem que ela saiba – para que seja enviado a um pretendente de casamento; casamento indesejado por Héloïse. A pintora é apresentada por sua mãe como dama de companhia para as caminhadas na praia local. O filme trata de arte, liberdade, sexualidade, homossexualidade sem perder o refinamento, a delicadeza e a poesia. É de uma beleza arrebatadora.

Sala de Cinema

Paulo Libonati

Falando de Moda e Estilo

Claudia Cordoville

Falando de Moda e Estilo

Denise Faertes

Fruto do Conde

A Fruto do Conde estará participando mais uma vez, do Veste Rio, no stand Fecomercio RJ/Sintecidos RJ. Esperamos vocês! Bjs         (por www.rioinformal.com/denise-faertes/)        

Falando de Moda e Estilo

Solange Mezabarba

A moda nos armários e na rua

Arquitetura, Decoração e Paisagismo

Claudia Cordoville

Sonhe…Reinvente…crie…faça

Escolha um cômodo que você mais gosta e inspire-se. Toda mudança é para melhor. Sonhe…Reinvente…crie…faça.  (por www.rioinformal.com/Claudia Cordoville/) FONTES: Country home. Living home.

Poesia e Literatura

Ah! Os Poetas!

Eliana Mora

OBRA DE ARTE E TEXTOS

Enquanto se imaginam respostas…

Quem sabe sou essa personagem
que vive aqui dentro
a criar poesia
a sentir muito mais
a imaginar
armazenar e sonhar muito mais além

Quem sabe sou a alma de uma mulher
que perdeu
e agora apenas tenta
e quer e sonha
em conseguir o que sempre foi
apenas seu

Quem sabe serei eu sempre aquela
que não quer
que não vai sofrer

Quem sabe o tempo não passou
que a vida não voou
que a gente pode na Poesia
criar alguma nova

valsa

Eliana Mora, julho/2019 

Poesia e Literatura

Ah! Os Poetas!

Lucilia Dowslley

Poesia e Literatura

Ah! Os Poetas!

Márcio Catunda

DIS DIÁLOGOS DE CATUNDA: Novos diálogos com Antonio Gutman e Cara ou Coroa (MINIPEÇA)

Novos diálogos com Antonio Gutman

C: O que é que tinha lá,
na latinha?

G: posso enlatar carne enlatada.
I can can canned meat.

C: Com a caneta anoto o canino cânone do opus de Canopus.
Um peru do Perú comeu uma turquesa e se transformou na Turquia.

G: o turco faz truques com o Duque e a Duquesa.

C: Educar alho?
É truculento!

G: ESTUDO
EIS TUDO.

C: Eis tucupi, estúpido Cupido tupi.

G: o tiro saiu pela culatra
e atingiu a cultura.
Tupi
or not tupi
tupiniquim

C: Um tira atira no tirocínio:
Culturicídio.

G: qualquer cídio
é uma city
insensível.

C: Leve o penico para o picnic.

G: um pico
no nico.
alguém vai pagar mico!

C: O Kung Fu Xico.

G: King Kong.
o Kung Fu da floresta.

C: O Símio-símbolo heróico do império setentrional.

G: o macaco não se manca,
só monkey!

C: O atazanado Tarzan só trabalha de macacão.

G: boy and Jane
Jane and boy
o mundo do Tarzan
na áfrica do weissmuller.

C: O Weissmuller tem a ver com o ex-mulher?

G: tem a ver com a ex-posa!

C: Falam de paradoxo, paranóia parapsicologia parafarmácia, paraleleípedo, Pará, Paraná, Paraíba, Parangaba, Parati, Paralamas,parafuso, parachoque, paroxismo. Só não falam do paraíso.
Quem vai parar com essa parafernália infernal?

G: paraíso?
para com isso
prefiro a parnasiana
ou a marciana
e escolher o par ideal
para me fazer feliz
aqui ou no inferno astral!

C: Santo Antônio casamenteiro
é patrono dos Antônios
do Baixo Copa.

G: São Catunda, protetor dos amigos e dos poetas.

C: Não protrejo.
Quem potreje é o potro.
E é de burro e jumento
que precisamos.
Não de cavá-lo.

G: a covinha dela
me convinha.

C: Com o vento, vá lá,
na vala do convento.

Cara ou Coroa (MINIPEÇA)

Coroa: você está sempre do lado oposto.
Cara: tudo é relativo.
Coroa: a rainha não me tira da cabeça.
Cara: monarquias e balzaquianas andam sem prestígio.
Coroa: sem mim, a moeda não teria casta nem lastro.
Cara: as revoluções que o digam.
Coroa: não sejas descarada.
Cara: invejas o meu carisma.
Coroa: quando nos jogam para cima, você fica sempre por baixo.
Cara: coronela de província.
Coroa: carambola despencada.
Cara: chumbo de dentista.
Coroa: carona de lotação.
Cara: os caras estão de olho em mim.
Coroa: o Czar se sentia em Roma, quando me embolsava.
Cara: só o mendigo nos aprecia, quando nos encontra na calçada.
Coroa: o ladrão é um bígamo que mata por nós.
Cara: o Banco Central é um cínico que nos usa na usura.
Coroa: somos a tentação dos corruptos, que vivem e morrem por nós.
Cara: os falsários nos acham fáceis.
Coroa: éramos ouro e prata, agora não passamos de níqueis.
Cara: pra eles, nunca passamos de patacas.
Coroa: vamos nos unir, quem sabe valeremos uma medalha.
Cara: Eles nos pagam.

(por www.rioinformal.com/marcio-catunda/)

A vida é… por Márcio Catunda

A vida é uma corrida
Que a gente corre
sem sair do lugar.
É, também, um passeio,
No qual a gente chega,
Antes de saber
que já havia chegado.
Os sete dias da semana
São oito
(Aquele oito deitado, que representa o infinito).
Não conheço quem não pense
na Eternidade,
ao pensar na morte.
Os meses são 12,
Mas, de repente,
parecem tão vozes,
que são como doze minutos.
Passam os anos,
Vamos estranhando os espelhos
E imaginamos que o movimento não cessa,
Porque se acelera sempre,
Depois de cada freio.
A vida é uma viagem
Que tem por bússola
o relógio do tempo.
Ela nos força a estar atentos
ao apito do navio.
O comandante tem a chave
da porta do porto,
Que é a mesma seta
que gira, qual farol,
Aceso noite e dia,
Eternamente.

Ah! Os Poetas!

Alexandra Vieira de Almeida

Poesia e Literatura

Cristina Lebre

EUROPA:  UM NOVO (VELHO) CONTINENTE A DESCOBRIR

(por www.rioinformal.com/cristina-lebre/)

Quem mora em Portugal passa férias em todo lugar da Europa, já que é tudo muito perto e os voos low-cost abundam, principalmente no verão.  Na verdade a Europa quase que cabe no Brasil.  E é por isso que a gente vê tanto trânsito de gente por aqui.

Morar em Lisboa e passar as férias no Algarve, região sul do país povoada por praias maravilhosas e hordas de turistas, é como morar no Rio e fugir para a Região dos Lagos nos feriadões.    Desce-se um pouco mais e cruza-se a fronteira com a Espanha, mais precisamente a região da Andaluzia.  Ali estão lindas cidades para visitar e conhecer um pouco da história da ocupação árabe na Península Ibérica, durante a Idade Média.

As belas e ótimas estradas de Portugal e Espanha convidam a alugar um carro e dirigir.  Até Granada, última cidade a ser retomada pelos reis cristãos, a distância é um pouco maior do que do Rio a Belo Horizonte.  Embora próximos, porém, os dois países guardam diferenças profundas, a começar pelo idioma, claro.  Cruza-se a fronteira e começa-se a falar espanhol.  Ao fuso horário acrescenta-se uma hora.  A gasolina fica mais barata (1,46 para 1,36 euros, em média).   O calor aumenta, e muito. Estamos mais perto da África e do deserto do Saara. 

Nas cidades alguns contrastes são notórios. Já não se pendura roupas nas janelas e varandas como em Portugal, a gastronomia abusa dos hamones e tapas, as ruas parecem mais limpas e a urbanização muito organizada. É claro que estamos falando de cidades turísticas como Sevilha, Granada e Córdoba, mas creio que em toda a região da Andaluzia o quadro seja semelhante.  O fado ficou para trás e agora o que se ouve é o flamenco. A noite só chega às 22 h. Jardins floridos circundam os castelos mouros, fontes e chafarizes adornam as praças, os pisos das ruas brilham e o povo bebe sangria supergelada em bares lotados.   É lindo de se ver e passear.  Em alguns pontos encontra-se comida até mais em conta do que em Lisboa, capital que realmente está na moda, com os preços atingindo cifras estratosféricas, principalmente para alugar ou comprar um apartamento.  A Andaluzia é destino certo de milhares de turistas, mas não está vivendo o boomque Portugal ora vive.

Na Espanha os islâmicos são muito mais numerosos do que em Portugal, o que se nota pelos trajes femininos.  Mulheres muçulmanas se destacam pelos véus e roupas mais cobertas, apesar do calor, afff.  Sinto uma revolta pelas coitadas, todas encapotadas enquanto seus maridos usam bermudas jeans.  Enfim, faz parte da cultura deles.  Outro dia até achei interessante ver três delas sozinhas em uma mesa de bar, à conversa solta.  Mas não estavam bebendo álcool, somente suco ou refrigerante.  Ainda há muito o que refletir sobre essa religião que a gente tem que respeitar, sim, mas que não se deixa de questionar os dogmas.

Enfim, pra quem já está estabelecido em Portugal, trabalhando ou estudando como eu, vale a pena dar uma descida às cidades da Andaluzia.  É perto, pode-se ir gastando pouco e o banho de cultura que se toma é inquestionável. De volta às terras lusitanas, já estava com saudade desse sotaque português do PT.  E de um verão mais ameno.  Até a próxima, castelhanos!

**

Cristina Lebre é autora dos livros “Marca D’Água” e “Olhos de Lince”, à venda pelo e-mail lebre.cristina@gmail.com

(por www.rioinformal.com/cristina-lebre/)

… O filme sobre a vida de Elton John me surpreendeu pois eu não sabia nada sobre ele além das canções que eu conhecia (quase) todas. Sabia também sobre seu talento com o piano, sobre a coleção de óculos extravagantes e que era amigo da Elizabeth Taylor. Jamais imaginei que ele tivesse um passado tão barra pesada com as drogas…

… O filme sobre a vida de Elton John me surpreendeu pois eu não sabia nada sobre ele além das canções que eu conhecia (quase) todas. Sabia também sobre seu talento com o piano, sobre a coleção de óculos extravagantes e que era amigo da Elizabeth Taylor. Jamais imaginei que ele tivesse um passado tão barra pesada com as drogas…

Scroll Up